Amarrei minhas asas
Em tuas pernas e
num passo em falso
minha alma escorreu
pelos olhos abertos
do corpo que vi cair

No tombo desatei-me de ti
as pernas corriam tontas,
fatigadas, sentei-me nua na areia
e o meu sexo o mar lambeu...


Mirando o incalculável
fruí estrelas, e
enleada pela lua
pari peixes e sargaços...



Patrícia Gomes
Desconheço a autoria da imagem, infelizmente!

1 comentários:

  1. o casalqseama disse...

    o mar é sempre uma inspiração rica e deliciosa...

    lindo texto!

    bom domingo.
    bjs nossos*  



Copyright 2006| Blogger Templates by GeckoandFly modified and converted to Blogger Beta by Blogcrowds.
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.